exames-de-ceratocone-ocular-clinica

A suspeita do ceratocone começa quando o paciente apresenta queixa de baixa visão e aumento progressivo do astigmatismo ou baixa visão mesmo com óculos. Nesses casos, muitas vezes o ceratocone já se encontra em um estágio evolutivo de moderado a avançado.

Atualmente, existem aparelhos específicos, capazes de detectar as formas iniciais do ceratocone (também chamados estágios subclínicos, quando o paciente ainda não apresenta sintomas importantes).

Esses aparelhos são capazes de medir com extrema precisão a curvatura e a espessura da córnea, bem como seu grau de irregularidade.

A grande importância do diagnóstico do ceratocone se deve às novas possibilidades terapêuticas, capazes de retardar a velocidade de progressão ou até mesmo estabilizar o ceratocone, como a técnica de crosslinking do colágeno corneano. O ideal é que seja feita uma avaliação em todos os familiares dos pacientes portadores de ceratocone, dada a recorrente incidência familiar, com o intuito de detectar casos iniciais do ceratocone.

Pré-Operatório

  • Aberrometria
  • Ceratoscopia Computadorizada
  • Paquimetria Ultrassônica
  • Microscopia Especular de Córnea
  • Tomografia da Córnea

Ceratocone

O ceratocone é uma doença da córnea, caracterizada pelo aumento progressivo da curvatura da córnea, bem como pela diminuição progressiva de sua espessura.

Em outras palavras, a córnea (parte mais anterior do olho), torna-se “pontuda” e “fina”. Na evolução natural do ceratocone, a córnea perde progressivamente sua conformação original (levemente curva) e adquire um formato atípico (extremamente curva, semelhante a um cone).

O ceratocone é uma doença controlável, que pode ser bem manuseada em suas diversas fases. Esta doença na córnea começa a se desenvolver geralmente na adolescência, a partir dos 15 anos de idade em média, e apresenta seu pico de evolução entre os 15 e 25 anos. Entretanto, existem alguns casos de aparecimento e evolução precoces (antes dos 15 anos) e também casos de aparecimento e evolução tardia (após os 30 anos).

Causas do Ceratocone

Não existe um consenso sobre a causa do ceratocone, que ainda é desconhecida. Sabe-se, no entanto que alguns genes estão diretamente envolvidos no aparecimento do ceratocone. Por isso, a presença do ceratocone é mais comum em membros de uma mesma família, não sendo uma herança genética obrigatória. Porém, sua evolução pode ser distinta entre os membros da família.

É conhecido também que alguns fatores externos atuam acelerando a progressão do ceratocone, como traumas repetitivos durante o hábito de coçar os olhos. Acredita-se também que a infecção por alguns vírus possa desencadear reações imunológicas capazes de estimular a progressão do ceratocone.

Entre em contato com os oftalmologistas de Conselheiro Lafaiete e saiba mais sobre os Exames de Ceratocone, temos especialistas em córnea.

Você tem dúvidas sobre Exames de Ceratocone? Acesse a área de atendimento ou ligue (31) 3721-2393
Diretor Técnico: Dr. Carlos Eduardo Ribeiro Flister CRM/MG - 29.058

Rua Vereador Juca Pena, 65 sala 301 - Centro . Conselheiro Lafaiete

Telefones e Whatsapp de Atendimento

(31) 3721-2393 / (31) 99750-9457

Email de Contato

contato@ocularolhos.com.br

Horários de Funcionamento

De segunda à sexta, de 8h às 18h