cirurgia-de-tumor-de-palpebra-ocular-clinica

Sabia que um tumor também pode atingir a pálpebra? Aliás, é um dos locais mais comuns para desenvolver um tumor quando estamos falando da região ocular. Os tumores podem ser tanto benignos quanto malignos e a solução para o problema está na cirurgia de tumor de pálpebra.

Esse é um tipo de tumor que pode ser diagnosticado de forma bastante precoce e, portanto, ter um tratamento menos invasivo se for diagnosticado logo no início. Com um exame oftalmológico feito de forma detalhada e uma boa investigação clínica, é possível identificar a patologia.

Quais as causas do tumor palpebral?

Assim como outros tipos de tumores, ainda não se sabe a causa exata do tumor de pálpebra. Pode ser a soma de diversos fatores, sendo o genético um dos mais presentes. Muita exposição ao sol também é considerado um fator de risco. E, é claro, não podemos nos esquecer dos hábitos de vida como fumo e ingestão de bebida alcoólica com frequência.

Quais os tipos de tumores?

Tumor benigno de pálpebra

Sinais como sangramento e formação de úlceras não estão presentes, além disso, o crescimento é bastante lento e gradual. A forma mais comum de tumor na pálpebra é o papiloma escamoso que, na maioria das vezes, exige apenas uma pequena cirurgia de tumor de pálpebra para realizar a remoção e também tratamento clínico.

Além do papiloma, as pessoas também podem desenvolver a queratose seborreica. Ela apresenta a forma de uma verruga e costuma aparecer com mais frequência em adultos de meia idade e também em idosos. Possui uma área bem delimitada e de coloração escura, quase negra.

Tumor maligno de pálpebra

Existem diversos tumores malignos de pálpebra e são muito comuns em pacientes fumantes e portadores de HIV. A exposição ao sol e o fator genético também influenciam no desenvolvimento do problema. Ao contrário dos benignos, os tumores malignos de pálpebra costumam crescer rapidamente e podem apresentar úlceras ao redor.

Vejamos abaixo alguns dos tipos mais comuns:

  • ceratoacantoma: é um tumor maligno, mas pouco agressivo que apresenta uma úlcera no centro. A lesão pode ter o tamanho de até 2 cm em apenas algumas semanas e pode involuir de maneira voluntária em 4 ou 6 meses;
  • carcinoma basocelular: o diagnóstico é confirmado por meio de biópsia, bastante comum e que costuma acometer a pálpebra inferior;
  • carcinoma sebáceo: não é frequente e tem sua origem nas glândulas presentes na pálpebra. É um tipo de câncer muito agressivo e que pode levar o paciente a óbito;
  • carcinoma espinocelular: é classificado como um câncer invasivo. Afeta, principalmente, idosos que passam boa parte do tempo expostos ao sol ou altas temperaturas, sendo assim, é bastante comum em pessoas que trabalham no campo ou indústrias.

Como é o tratamento de tumor de pálpebra?

Para o tumor benigno a técnica é simples, bastando remover o tumor por meio do procedimento cirúrgico. Todo o tumor é removido com total segurança. Já no caso do tipo maligno, é utilizada uma técnica chamada biópsia de congelação. O tumor é “ressecado” pelo especialista em tumores para sua completa remoção. Depois, um exame é realizado para garantir que nenhum fragmento do tumor tenha permanecido no local.

Durante a cirurgia de tumor de pálpebra também é necessário realizar um tipo de cirurgia plástica para a reconstrução da pálpebra. Afinal de contas, uma parte dela precisou ser removida com o tumor.

Quais cuidados tomar após a cirurgia de tumor de pálpebra?

Ingerindo os medicamentos prescritos pelo oftalmologista em Conselheiro Lafaiete nos horários certos, o paciente não sentirá dor após o procedimento. Fazer compressas frias com gaze umedecida em água sobre o olho ajuda a reduzir o processo inflamatório e, consequentemente, o inchaço.

Durante as primeiras 48 horas é importante que o paciente fique de repouso e a cabeceira da cama deve estar inclinada a 30° (a angulação pode ser feita com travesseiros). Assistir televisão está permitido e também a alimentação normal.

Qualquer problema que sentir no pós-cirúrgico retorne ao especialista. No caso de sangramentos, coloque compressas de gelo na região e se ainda assim o sangramento não parar, vá ao médico.

Está precisando operar a pálpebra em Conselheiro Lafaiete? Então, entre em contato com o especialista Dr. Carlos Flister da Clínica Ocular.

Dúvidas sobre Cirurgia de Tumor de Pálpebra? Acesse a área de atendimento ou ligue (31) 3721-2393
Diretor Técnico: Dr. Carlos Eduardo Ribeiro Flister CRM/MG - 29.058

Rua Vereador Juca Pena, 65 sala 301 - Centro . Conselheiro Lafaiete

Telefones e Whatsapp de Atendimento

(31) 3721-2393 / (31) 99750-9457

Email de Contato

contato@ocularolhos.com.br

Horários de Funcionamento

De segunda à sexta, de 8h às 18h